Natureza

Biólogo registra variedade de espécies do Rio Grande do Norte

11 de Maio de 2020

Gato-mourisco e perereca-macaco são destaques no acervo, que conta ainda com cliques de aves, répteis e insetos.

 

 

Biólogo sempre admirou a natureza e há pelo menos 10 anos registra a variedade de espécies — Foto: Pedro Medeiros/VC no TG

Biólogo sempre admirou a natureza e há pelo menos 10 anos registra a variedade de espécies — Foto: Pedro Medeiros/VC no TG
 
 
 
 
Na história do biólogo Pedro Medeiros a natureza se faz presente desde a infância, quando ainda pequeno observava a variedade de espécies de Caiacó, cidade do interior do Rio Grande do Norte. Anos depois, com apoio da esposa e incentivado pela graduação de ciências biológicas, descobriu na fotografia uma maneira ainda melhor de se aproximar da fauna e da flora.
 
Por isso, há pelo menos 10 anos, Medeiros anda sempre acompanhado da máquina fotográfica e, diariamente, volta para casa com novos flagrantes. “Atualmente trabalho com energia eólica, como gestor ambiental. Então a maior parte das observações e fotografias acontecem por encontros ocasionais durante as atividades de campo da empresa, que fica em áreas de Caatinga e abriga diversas espécies”, conta.
 
 
 
Flagrante de gato-mourisco atravessando a estrada é um dos destaques no acervo do fotógrafo — Foto: Pedro Medeiros/VC no TG
 
Flagrante de gato-mourisco atravessando a estrada é um dos destaques no acervo do fotógrafo — Foto: Pedro Medeiros/VC no TG
 
 
 
 
São incontáveis os flagrantes feitos pelo biólogo, que destaca dois encontros emocionantes. “Durante um monitoramento ambiental em Serra do Mel (RN) consegui registrar um gato-mourisco. Foi inesquecível olhar para o casal da espécie, que descansava na sombra de um aerogerador. Rapidamente peguei a câmera e passei a fotografá-los, até clicar o momento exato em que um deles passou no meio da estrada. A emoção foi indescritível”, diz Pedro, que inclui na lista de favoritos o registro de uma perereca-macaco. “Esse clique representa o meu início na fotografia e a minha paixão pela herpetofauna”, comenta.

 

 

Cliques de anfíbios são alguns dos favoritos de Pedro — Foto: Pedro Medeiros/VC no TG

Cliques de anfíbios são alguns dos favoritos de Pedro — Foto: Pedro Medeiros/VC no TG
 
 
 
 
O destaque não é para menos: o biólogo atuou no Laboratório de Anfíbios e Répteis da Universidade Federal do Rio Grande do Norte e lá se encantou pelos anfíbios e répteis. No entanto, o acervo variado conta ainda com registros de insetos e de aves, outro grupo que chama atenção de Pedro. “Comecei observar aves quando passei a atuar como consultor ambiental. Os registros foram acontecendo naturalmente, conforme eu me deparava com esses animais fascinantes”, completa.
 
A inquestionável variedade de espécies registradas pelo especialista ilustra a paixão pela natureza. “Sempre que observo algum animal eu registro e contemplo cada movimento. Me pergunto que tipo de interação ele faz com os demais animais e, com isso, vou aprendendo cada vez mais sobre a ecologia. Por isso, a natureza para mim tem um significado especial: conhecimento”.
 
 
 
Cliques detalhados de insetos também chamam atenção entre os registros — Foto: Pedro Medeiros/VC no TG
 
Cliques detalhados de insetos também chamam atenção entre os registros — Foto: Pedro Medeiros/VC no TG
 
 
 
 
Diferente da maioria das pessoas, o biólogo consegue dar continuidade às observações durante a pandemia, mas agora equipado com máscara e produtos de higiene. “O meu ramo de atuação profissional está inserido em uma atividade essencial, por isso, continuo minhas atividades de campo e as fotografias de natureza, mas tomando todas as precauções necessárias”, finaliza.

 

 

Na observação de aves, Pedro destaca o registro das corujas — Foto: Pedro Medeiros/VC no TG

Na observação de aves, Pedro destaca o registro das corujas — Foto: Pedro Medeiros/VC no TG
 
 
 
 
CONFIRA MAIS REGISTROS
 
Experiências durante a graduação aproximaram o biólogo do grupo dos répteis e anfíbios — Foto: Pedro Medeiros/VC no TG
 
Experiências durante a graduação aproximaram o biólogo do grupo dos répteis e anfíbios — Foto: Pedro Medeiros/VC no TG
 
 
 
 
 
O gestor ambiental aproveita os trabalhos em campo para registrar as espécies — Foto: Pedro Medeiros/VC no TG
 
O gestor ambiental aproveita os trabalhos em campo para registrar as espécies — Foto: Pedro Medeiros/VC no TG
 
 
 
 
Pedro passou a observar e registrar aves durante as atividades de trabalho — Foto: Pedro Medeiros/VC no TG
 
Pedro passou a observar e registrar aves durante as atividades de trabalho — Foto: Pedro Medeiros/VC no TG
 
 
 
A fotografia e observação das espécies ajuda o biólogo a aperfeiçoar os conhecimentos sobre a fauna — Foto: Pedro Medeiros/VC no TG
 
A fotografia e observação das espécies ajuda o biólogo a aperfeiçoar os conhecimentos sobre a fauna — Foto: Pedro Medeiros/VC no TG