Últimas Notícias

Edição 179 / Julho de 2007

Untitled Document

Jogos Pan-amerianos do RJ

Sonhos de um bem viver

O Brasil deu um exemplo de capacidade criativa e de realização ao
organizar o XV Jogos Pan-americanos. A Tocha do PAN percorreu o Brasil e chegou ao Maracanã, no Rio de Janeiro, para a belíssima cerimônia de abertura dos Jogos. Verdadeira ópera popular, com efeitos de luz, de fogos e com toda singularidade da cultura e diversidade brasileira, ao som da tropicalíssima bossa-nova e chorinhos. A energia e beleza das tradições de um povo estavam ali retratadas para que todos os povos das Américas pudessem curtir e se emocionar. A mensagem dos Jogos do Rio ultrapassou os códigos esportivos e se posicionou fortemente na questão socioambiental. Possuidor da maior floresta urbana e tropical do mundo, o Brasil mostrou também a importância da energia do Sol, das Águas e do valor da pluralidade cultural. Foram os jogos da competição e da imaginação, pois no centro do Maracanã estavam a fogo da tocha, a energia da bola, a beleza da dança, da música, das cobras-coral, vitórias-régias, borboletas, pássaros e de um imenso jacaré. Na canção Boi da Cara Preta, interpretada por
Adriana Calcanhoto, havia um recado de futuro: não há pesadelo que possa acabar com os sonhos de um povo.(Leia mais)

 




Folha do Meio Ambiente é uma publicação da Folha do Meio Ambiente Cultura Viva, Editora Ltda, SHIS QI 05 Conjunto 06 Casa 13- CEP 71615-060 - Brasília-DF, Brasil – Fone: (61) 3322-3033.